Portugueses conhecem os primeiros adversários no Tel Aviv Grand Slam

Fev 17 2021

Portugueses conhecem os primeiros adversários no Tel Aviv Grand Slam

 Os judocas portugueses ficaram a conhecer, esta quarta-feira, dia 17 de fevereiro, os seus primeiros adversários no Grand Slam de Tel Aviv 2021. A competição arranca amanhã, quinta-feira (18 de fevereiro), cumprindo-se até sábado (20 de fevereiro) em Tel Aviv, Israel. Ver documento em anexo.

Os combates começam com as categorias -48 kg, -52 kg e -57 kg femininas e -60 kg e -66 kg masculinas. Catarina Costa, Maria Siderot, Joana Diogo, Wilsa Gomes, Rodrigo Lopes e João Crisóstomo são os 6 Atletas que competem no dia inaugural, O início das eliminatórias está previsto para as 09h30 locais (07h30 em Portugal Continental). Pode assistir em directo em live.ijf.org

A Elite Mundial do Judo volta a encontrar-se nos próximos 3 dias. No total são 422 Atletas (248 Masculinos e 174 Femininas) de 60 Países a pisar os tapetes israelitas em busca dos pontos, cada vez mais decisivos, para a qualificação olímpica.

Comitiva Portuguesa presente no evento é composta por 8 Atletas (5 Femininas e 3 Masculinos): Catarina Costa (-48 kg), Maria Siderot (-48 kg), Joana Diogo (-52 kg), Wilsa Gomes (-57 kg), Rochele Nunes (+78 kg), Rodrigo Lopes (-60 kg), João Crisóstomo (-66 kg) e João Fernando (-73 kg).  Ana Hormigo e Pedro Soares são os treinadores que darão o apoio técnico em Tel Aviv.

A Seleção é composta por apenas 2 dos 8 Judocas Lusos em posição de qualificação olímpica (Catarina Costa e Rochele Nunes), que procuram consolidar a sua posição no ranking e garantir o estatuto de cabeça de série nos ‘Jogos’. Os restantes elementos integram o Projeto para Paris 2024, procurando ganhar experiência e pontos para subir no ranking. Rodrigo Lopes, atualmente em 37º, na categoria -60 kg, com 1346 pontos, ainda tem aspirações legítimas de alcançar a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2021.

Pedro Soares, treinador Seleção Masculina Olímpico, Sénior e Sub 23, faz a antevisão da competição para os judocas portugueses em Tel Aviv e caracteriza o atual momento de preparação das seleções de Portugal: “Nesta participação não estão alguns dos nossos atletas melhor posicionados nos rankings mundiais. Não está o Jorge Fonseca (-100 kg, 3.º do ranking mundial), Anri Egutidze (-81 kg, 19.º ranking), Telma Monteiro (-52kg, 7.ª ranking) Barbara Timo (-70kg, 11.ª), Joana Ramos (-52kg, 21.ª) porque são atletas que estão virtualmente apurados, estão a recuperar fisicamente e não vale a pena apressar essa recuperação para competir neste grand slam. Esta seleção é composta por muita juventude, muitos atletas que farão parte de Paris 2024. Atletas que podem lutar por medalhas em Tel Aviv e nos Jogos Olímpicos. Vamos a Israel com uma equipa um pouco mais ‘desarmada’, mas vamos com grandes expectativas porque temos uma grande esperança nestes jovens e esta será provavelmente uma primeira avaliação nesta época da antecâmera dos Jogos Olímpicos que alguns poderão não estar, mas podemos avaliar já para 2024. Vamos com a mesma atitude de vencer combates até chegar às medalhas. Estamos satisfeitos como trabalho que realizámos.

Quanto à preparação em tempo de covid, nós FPJ conseguimos construir um modelo dos mais seguros que existe, completamente blindado ao vírus, toda a gente é testada antes de cada estágio. Tem tido um sucesso enorme, desde junho até agora. Este vírus obrigou-nos a juntarmo-nos todos. A seleção nacional é uma família, é o clube onde se permite trabalhar bem e o resultado tem sido excelente. Os atletas estão a habituar-se ao que é o modelo do alto rendimento. O que é preciso trabalhar para chegar aos grandes resultados. Podem viver, conviver e treinar no mesmo tapete de atletas de grande nível. Tem sido muito bom vê-los crescer, evoluir. Por isso também será a grande expectativa para esta prova ver os mais novos a competir.”

Esta quarta-feira, 17 de novembro, realizou-se o Sorteio da competição, com os Judocas Portugueses a conhecerem os seus primeiros adversários:

Catarina Costa (-48 kg) – 2ª Eliminatória –  Vencedora do Combate: Assunta Scutto (ITA) vs Giovanna Prado (USA).

Maria Siderot (-48 kg) – 1ª Eliminatória – Shushila Devi Likmabam (IND).

Joana Diogo (-52 kg) – 1ª Eliminatória – Angelica Delgado (USA).

Wilsa Gomes (-57 kg) – 1ª Eliminatória – Silvia Pellitteri (ITA).

Rochele Nunes (+78 kg) – 2ª Eliminatória – Kamila Berlikash (KAZ).

Rodrigo Lopes (-60 kg) – 1ª Eliminatória – Kubanychbek Aibek Uulu (KGZ).

João Crisóstomo (-66 kg) – 2ª Eliminatória – Vencedor do Combate: Matej Poliak (SVK) vs Juan Postigos (PER).

João Fernando (-73 kg) – 2.ª Eliminatória – Akil Gjakova (KOS).

Na habitual antevisão da prova, o Presidente da Federação Internacional de Judo – Marius Vizer refere que “da Hungria a Doha, estabelecemos e refinámos protocolos com o único propósito de manter nossa família do judo segura e bem. Está a provar ser um sucesso e aqui estamos nós em Tel Aviv, uma cidade cheia de energia e caráter, que recebe sempre os judocas e as suas equipas de braços abertos. Em Tel Aviv, o novo Grand Slam vai oferecer a paixão, o espetáculo e o espírito que é o melhor de uma vida no desporto e no judo.”

:::::

 

 

    DOCUMENTOS RELACIONADOS